Guigs


Não sou nada.
Nunca serei nada.
Não posso querer ser nada.
À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo.

Fernando Pessoa

Guigs

Ao Rodchenko,
21/10/2015



do meu andar. For Rodchenko, from my pavement. 2015

Restrict Area